terça-feira, 24 de novembro de 2009

Blog Cabeça - Unconditional Love

Queria que meu blog fosse profundo, denso, tipo blog cabeça, mas não consigo pensar em nada que não seja óbvio. É, não tenho cabeça para isso. Minha primeira incursão seria sobre a importância do amor condicional, pois acredito que o único amor incondicional é o de mãe, e mesmo assim deve ter um limite. Como a minha superficialidade me impediu de escrever tal texto, socorro-me de um “clip” do filme “Unconditional Love”, em que uma dona de casa abandonada pelo marido resolve refazer sua vida em outras bases. Acaba concluindo que o amor incondicional que ela sentia pelo mesmo não era suficiente. Ela queria reciprocidade. Advinhem quem canta com ela...

4 comentários:

  1. darling o meu amor é incondicional pois é baseado na confiança absoluta da reciporcidade te amo

    ResponderExcluir
  2. darling o meu amor é incondicional pois embora eu não tenha filhos para mim tu és o mais parecido com isso que eu possa ter te amo muito

    ResponderExcluir
  3. darling o meu amor é incondicional

    ResponderExcluir

Encontrei seres