domingo, 15 de novembro de 2009

Fim de Semana




O suchi na sexta foi bem instrutivo. Os suíços (na verdade o anfitrião era um italiano) recebem muito bem em casa, deixam você a vontade, e têm uma conversa que vai desde tipos de piano, música “ancienne” de 1500, aos utensílios e produtos mais modernos para a prática sexual, que para eles admite possibilidades que fariam o povo de Ipanema sair correndo mais rápido do que de arrastão. Confesso que nós brasileiros estamos bem por fora (pelo menos eu) nesse assunto. Teve gente quem achou que eu estava fazendo gênero. Logo eu, francamente. É, se eu quiser agradar na Suíça tenho que me reciclar também nisso. E eu que achei que era só o cabelo e o vestuário. No Brasil, a vontade de agradar e um corpo em ordem são suficientes. Mesmo assim, no que der vou para Amsterdam ver o que há de novidade. Vou treinar por lá para não ficar com má fama por aqui. Quando perguntaram em francês qual era a receita brasileira predileta, respondi “steak”. Caíram na gargalhada. Se eu tivesse largado de “frango assado” talvez não tivessem percebido minha burrice. Da próxima vez eles me pagam. No Sábado, como eu havia prometido, fui ao Flon, comprei os chocolates da Blondel, mas não consegui minhas caneleiras e um saco de pipoca quente. Quando se trata de “chocolats” os suíços dão de rebenque na gente. Mas de pipoca eles não sacam nada. O único lugar em que eu vi tal produto foi no cinema (para mim pipoca tem de ser de pipoqueiro) e estavam frias. Nem pensar. O clima outonal, com folhas caindo, pessoas nas ruas, decoração de natal, me levou não sei o por quê ao Lausanne Palace. Acabei almoçando por lá mesmo. Verdade que os suíços já estavam jantando, mas sabe como é, depois de tantos anos no Rio acho normal almoçar tarde. O ambiente lembra muito o do Copa e, enquanto esperava um amigo, fui bastante assediado. Como não me interessei por ninguém, fiz que não estava entendendo. No final da tarde, quando começou o jazz ao vivo e tocaram Agua de beber e Corcovado me controlei para não chorar. Graças ao meu amigo, tive um sábado bem agradável. Pessoas inteligentes, sensíveis e cultas fazem toda a diferença. Se você estiver me lendo no tradutor do google, muito obrigado (merci). Mande notícias da Alemanha. Margot e Rubens, valeram as ligações, fiquei super contente. Vieram acompanhadas de um vento quente.

5 comentários:

  1. quero ir pra suíça fazer sucesso também!!!!
    adorei a parte da brinquedolândia. também fui a um chá-de-panela outro dia e nunca tinha visto várias das coisas. mas c tem razão, de repente em ams você pode dar uma reciclada...rs...cuidado anyway...rs

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. O problema é que o nome dos brinquedos era em alemão. Será que eles vão me dar os brinquedos certos?

    ResponderExcluir
  4. kkkk...mas você não pretende olhar antes de brincar, não?
    adorei.beijos, mel

    ResponderExcluir
  5. Olhar pode não ser suficiente. Como eles são em Euros ou Francos Suíços, é melhor fazer um "test drive" primeiro para não botar dinheiro fora.

    ResponderExcluir

Encontrei seres