sábado, 21 de novembro de 2009

Meus olhos brilham.

Estou achando que vou postar a musiquinha do Barry Manilow antes do que eu imaginava. Aquela música com a Goldie Hawn dirigindo um fusquinha amarelo. Não quero botar a carreta na frente dos burros, mas aconteceu uma coisa boa. Tem um problema de agenda no meio, mas senti que é recíproco e no final de semana que vem vamos nos ver de novo. Para que meus leitores saibam, não me interessei assim por um ano. Agora estou começando a me interessar.

Mudando de assunto, o jantar nos brasileiros estava sensacional. Como eles moram em uma pequena cidade na montanha, e havia um fog medonho, a viagem não foi fácil. O meu Tomtom (GPS) não funcionou direito, e eu me perdi diversas vezes. Precisei de muita orientação. Se não fosse pela boa vontade dos donos da casa, que me auxiliaram por telefone, eu jamais teria encontrado o caminho. A casa é de cinema, a vista para o lago é de tirar o fôlego, o menu mereceria três estrelas do guia Michelin, a música parecia ter sido selecionada por mim, tão do meu gosto que era (Maria Rita e Roberta Sá). Naquela casa escuta-se basicamente samba e bossa nova. Mas o que realmente me impressionou foi a cara boa dos anfitriões. Tanto o marido quanto a esposa são um show de simpatia. E o melhor, seus convidados (alemães, suíços, espanhóis e italianos) também. Adorei.

Para manter minha semana doce, enquanto o fim de semana que vem não chega, fiz um “rancho” de chocolates Blondel e me dei “de presente” mais uma caixinha de Macaron. Por falar em Macarons, hoje experimentei pela primeira vez comer um saco de Marroms. Marroms são uma semente grande, com o gosto e a consistência semelhante a dos pinhões brasileiros e são servidos quente em um saco de papel. As pessoas fazem fila para comprar. No mesmo quiosque (uma casinha no meio da praça), comi um crepe de “jambom et frommage” . Delicioso. Me senti super local. Daqui a pouco vou a um bar encontrar um amigo que está de aniversário.



3 comentários:

  1. Adorei a novidade. Quero muito ver seus olhos brilhando de novo. Que engraçado, você passou a semana falando de amor.
    Beijos, Mel

    ResponderExcluir
  2. É interessante não é. Trata-se de alguém que eu conheci há duas semanas e que agora eu reencontrei. Acho que a falha foi minha. Por insegurança não liguei antes e ainda dei meu número errado sem querer.

    ResponderExcluir
  3. darlig isso é maravilhoso

    ResponderExcluir

Encontrei seres