sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Volta às aulas.

Estou feliz. A partir da semana que vem farei aulas diárias de francês (1h30min cada). Dentro de alguns meses pretendo deixar minhas primeiras mensagens na língua de Camus e Proust. Comprei um livro de Proust e não consegui ler nem a primeira página. Que vergonha. Embora eu já consiga entender e me comunicar em situações de emergência, sou completamente analfabeto, o que é inadmissível para alguém tão pretensioso. Mais tarde, tenho um “suchi” na casa de amigos. Graças a Deus (mas aqui eu sou ateu para não pagar o dízimo segundo o meu amigo Rubens), será preparado por um japonês que nasceu em Buenos Aires. Ai que saudades de Buenos Aires. Sempre adorei essa cidade, mas percorrê-la com a Bípede e o Sr. Bípede deu um outro sentido. Difícil, foi ficar sozinho depois que voaram para o Brasil. Sou passional e associo os lugares às pessoas. Meu teste será Paris. Será que conseguirei passear por aquela cidade sem que recordações queridas me façam sofrer? Somente para provocar meus leitores apresento meus lugares favoritos: Rio de Janeiro, Paris, Londres, Buenos Aires e Torres (se estivesse situada na Europa ou nos Estados Unidos, seria o lugar mais famoso). Deixa Carmel e Monterey no chinelo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Encontrei seres