sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Desgarrados

"Sopram ventos desgarrados, carregados de saudade, viram copos, viram mundos, mas o que foi, nunca mais será, mas o que foi nunca mais será.."

9 comentários:

  1. Essa música corta o coração em pequenos pedaçinhos...

    ResponderExcluir
  2. O que me consola é saber que você e a darling ainda fazem parte da minha história , não ficaram como uma recordação do passado. Continuam sendo para mim.

    ResponderExcluir
  3. Embora com muito conforto me considero um desgarrado na vida....

    ResponderExcluir
  4. Muito tri. Essa foi a época de ouro da canção nativista, da qual me afastei quase que definitivamente. Hoje gosto de dub, mix, acid jazz.

    ResponderExcluir
  5. Quem sabe a música gaúcha esteja se tornando menos regional. Tento pensar em um compositor gaúcho que tenha despontado desde Adriana Calcanhoto e fico pensando....

    ResponderExcluir
  6. darling para mim o que ficou sempre será um grande beijo

    ResponderExcluir
  7. Darling,

    Para mim tambem.
    Beijos,

    Terraqueo

    ResponderExcluir
  8. Olhos abertos, o longe é perto e o que vale é o sonho.
    Meu pai me apresentou essa música.
    Ou esse é o meu sonho.
    Me mostrou vários discos da Califórnia da Canção.
    E minhas primas (da família da mãe) que moravam em POA foram as primeiras e me apresentar o Victor, só que o Hamil.
    Não sei se tem coisa nova.
    Mas os ventos desgarrados, carregados de memórias, açoitam todas as plagas do Chuí ao Oiapoque.
    Adorei ouvir.
    E o que foi permanece.
    Ainda que só no coração. "O pulso, ainda pulsa."
    Marie

    ResponderExcluir
  9. Marie,

    O bom da vida é que os desgarrados sempre podem encontrar novos amigos que lhe darão conforto.

    Um grande beijo,

    Terráqueo

    ResponderExcluir

Encontrei seres