terça-feira, 2 de março de 2010

Berlim VI

Decidi ir almoçar no Hotel Adlon no domingo, assim corri para o Portão de Brandemburgo. Quando cheguei lá estavam fazendo uma filmagem com o Liam Neeson and Diane Kruger no próprio hotel. O nome do filme será “Unknown White Male in Berlin”. Acabei então me contentando com um lanche bem ruinzinho no boteco do outro lado da rua. O que me consolou é que o Green Peace estava organizando uma manifestação contra os alimentos transgênicos e eu adorei assistir tudo. Não tenho opinião definitiva sobre a questão, mas acho que a engenharia genética pode ajudar muito. De qualquer forma, fiquei tocado com a manifestação. Seiscentas pessoas pré-qualificadas receberam um sopão de batata com milho, e formaram um grande NINE (Não). Estava frio, com chuva e vento, mas nada afastou a determinação daqueles jovens, senhores, senhoras, punks, etc., que lutam por um futuro melhor.
















4 comentários:

  1. Muitas vezes eu discordo deles, mas adoro as manifestações do Greenpeace...

    ResponderExcluir
  2. Berlim é Berlim. Na época que eu comia sopa de peixe na Mensa (Restaurante Universitário) da Freie Universität Berlin nunca me passou pela cabeça de frequentar um dia o famoso Hotel Adlon Kempinski. Mas um dia eu vou chegar lá.

    ResponderExcluir
  3. Terráqueo, uma dica. Você tem uma coleção imensa de boas fotos de diversos locais da tua viagem. Por que você não expõe uma delas por um dia, dois ou três no cabeçalho? Eu faço isso no depósito. Tem gente, como a Bípede, que prefere manter a mesma imagem. Como se diz por aqui: cadum cadum, mas acho que ia ficar legal você modificar de vez em quando a foto do cabeçalho. Seria um impacto a mais. Verstehes du?

    ResponderExcluir
  4. Maia,

    Acompanho o teu blog e pelos lugares que você comenta só não foi no Kempinski porque não quis. Uma dica, os hotéis da rede Kempiski mais bonitos ficam na Suíça. O de Genebra tem um bar que é maravilhoso. E o Mirador de Vevey eu ainda não conheço. Segredo: o restaurante do Kempiski em Berlim não é tão caro. Almoçei lá em 2006 na frente do Portão de Brandemburgo e sem demagogia tem um preço razoável. Se você aparecer por essas Bandas te convido para jantar no Kempinski de Genebra.

    Abraço,

    Terráqueo

    ResponderExcluir

Encontrei seres