segunda-feira, 29 de março de 2010

Desejo

Quero uma paixão avassaladora, que me faça perder o controle, sentir calor, querer mais, transgredir.

6 comentários:

  1. Terráqueo, quem não quer? Só os que tem, se dão ao luxo de desdenhar. Assim que perdem, enlouquecem por querer. Mas não desista, nem pare de sonhar, ela pode estar ao lado, como nos ensina Frejat:

    "Eu procuro um amor, que ainda nao encontrei
    Diferente de todos que amei
    Nos seus olhos quero descobrir
    Uma razão para viver
    E as feridas dessa vida eu quero esquecer
    Pode ser que eu a encontre numa fila de cinema
    Numa esquina ou numa mesa de bar
    Procuro um amor, que seja bom pra mim
    Vou procurar, eu vou até o fim
    E eu vou trata-la bem, pra que ela nao tenha medo
    Quando começar a conhecer os meus segredos
    Eu procuro um amor, uma razao para viver
    E as feridas dessa vida eu quero esquecer
    Pode ser que eu gagueje sem saber o que falar
    Mas eu disfarço e nao saio sem ela de lá"

    ResponderExcluir
  2. Que cena "caliente". Não é das melhores para assistir sozinha rsrs

    ResponderExcluir
  3. Olá Terráqueo...
    "Quero uma paixão avassaladora, que me faça perder o controle, sentir calor, querer mais, transgredir."...
    fiquei pensando na sua frase...
    paixão avassaladora...
    perder o controle...
    sentir...
    calor...
    transgredir...
    e querer mais...
    uma dose de tudo...
    Sentir a cabeça nas nuvens...
    Coloquei um textinho no mínimo...e adoraria saber a sua opinião sobre o assunto...
    enquanto isso...penso...
    o quanto de loucura e de solidão uma pessoa precisa...pra se sentir mais vivo...
    beijos
    Leca

    ResponderExcluir
  4. Lúcia e Leca,

    Os comentários de vocês deram duas postagens muito interessantes. Adorei,

    Beijos,

    Terráqueo

    Lúcia,

    Adoro esse filme. Ele não envelheceu. Considero essa atriz uma das mulheres mais sensuais do cinema. Extremamente jovem (na época tinha 26 anos) já sabia a exata medida da classe e da sedução.
    Infelizmente essa belíssima mulher ficou muito doente, com um diagnóstico de que acabaria na cadeira de rodas. Ela sofreu para burro, ficou deformada pela cortisona, teve problemas com alcoolismo, mas deu a volta por cima. Mostrou que muito além da beleza havia talento e hoje faz sucesso em Californication.
    Como há dois anos eu recebi um diagnóstico parecido, e também dei a volta por cima, tenho a maior simpatia e admiração por ela.

    ResponderExcluir
  5. Assisti recentemente um filme que ela faz uma pontinha. Qual era mesmo?

    ResponderExcluir
  6. Darling ninguem merece tanto uma grande paixâo quanto você um grande beijo

    ResponderExcluir

Encontrei seres