terça-feira, 23 de março de 2010

Me pego cantando, sem mais, nem por quê

É tão óbvio mas tão difícil de ser entendido. Não se deve sofrer por quem partiu. Tudo termina. Não adianta desperdiçar sua vida chorando. O tempo perdido é muito pior. Não volta mais.

7 comentários:

  1. Gosto tanto de Bethânia.Esta tarde estive a escutar o Maricotinha e ouvi a Primavera em repeat durante horas.Que poema belissimo, que canção perfeita...

    ResponderExcluir
  2. Eu também adoro a Bethania. Tive a sorte inclusive de assistir o Maricotinha no Rio. Melhor que Bethania, somente Bethania e Chico.

    ResponderExcluir
  3. Bethania, maravilhosa, única.
    Mas é difícil mesmo se desvincular totalmente do passado, ainda mais quando o passado parece nos perseguir. É uma arte que se desenvolve com prática, paciência e sabedoria. Um presente ou futuro promissor também ajudam. Tentar e errar, errar e tentar...

    ResponderExcluir
  4. Não é fácil não. Tendemos a lembrar somente das coisas boas, e esquecemos de toda a dor que passamos. Por isso é importante pode contar com amigos que nos lembrem da dor e das injustiças que sofremos. E, como você disse, tentar, tentar..., até que o inesperado faça uma surpresa, de preferência com trilha sonora do João Gilberto ou da Bethânia.

    ResponderExcluir
  5. Pois é, já pensou, amar assim?

    Pessoa Predileta / Fabrício Carpinejar

    http://carpinejar.blogspot.com/2010_03_01_archive.html

    É longo para publicar como post mas vale a pena ler.

    ResponderExcluir
  6. Já amei assim. Maravilhoso o texto.

    ResponderExcluir

Encontrei seres