segunda-feira, 24 de maio de 2010

Mais um motivo para amar o Rio de Janeiro

Há muitos anos corto o cabelo em uma pequena barbearia do Rio de Janeiro. Muito modesta, os barbeiros somente ligam o ar condicionado no auge do verão. Nos outros dias, contam apenas com um ventilador de teto. Não sei como esses experientes profissionais sobrevivem com o preço que cobram. Me sinto mal se não der uma gorjeta. Eles têm em média 80 anos, à exceção do portuga (60 e tantos) que sabe tudo sobre política e daria um grande ministro da fazenda ou planejamento. As cadeiras são aquelas antigas, com bancos de couro vermelho rasgados. Os velhinhos praticamente não usam máquinas, cortam fio a fio com a tesoura, fazendo o acabamento com a navalha. O toque final é dado com o talco utilizado no pescoço para soltar os fios caídos. Depois disso, eles mesmos varrem o chão e batem com um pano nas cadeiras para limpá-las. Meu barbeiro, em especial, tem 81 anos e trabalha o dia inteiro em pé. Quando eu fui embora do Brasil no ano passado, ele estava muito preocupado com a saúde da mulher que já tinha 82 anos. Fiquei com medo de perguntar por ela e causar uma triste lembrança. Hoje, depois de ficarmos vários meses sem nos vermos, abriu um sorriso lindo que combinou com seus cabelos impecavelmente brancos e disse: - Dr., o Sr. voltou! Há quanto tempo? Que bom. Fico contente de ver o senhor tão bem, mais gordo.

20 comentários:

  1. rs... Se fosse uma mulher a parte do "mais gorda" faria a amizade fraquejar...

    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Eu sei. Para algumas mulheres isso é realmente um problema. Confesso que passei o dia me olhando no espelho depois do comentário.

    ResponderExcluir
  3. Meu estimado marido ouviu uma frase mais ou menos assim: oh, dr. fulano, o senhor está tão mais bonito, bem gordo! :)

    Mas ele nem deu bola. Como dizia um finado namorado: não importa o que você parece, importa como você se sente!

    ResponderExcluir
  4. Para as pessoas mais antigas -- da época dos nossos avós -- dizer que uma pessoa está mais gorda é o mesmo que dizer que está mais saudável... Tudo é questão de interpretação...

    ResponderExcluir
  5. Terráqueo querido

    Adoro as histórias do teu barbeiro. Quando estive na tua casa no final do ano, procurei pela barbearia. Deve ser na tua rua mesmo perto do Bibi sucos. Impossível não pensar na tua alegria em poder retornar a cortar o cabelo com ele. Lembrei da experiência, quase catastrófica, que tu teve na Suíça com corte de cabelo.
    Bj
    Margot

    ResponderExcluir
  6. Querida Margot,

    Corto em uma barbearia bem parecida com a que fica perto do Bibi sucos, mas ela está no centro.

    Beijo,
    Terráqueo

    ResponderExcluir
  7. Que delícia de carinho.
    Posso imaginar o lugar, sentir o clima...é cada vez mais raro lugares assim
    Você esta lindo como sempre fique tranquilo.
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Mari,
    Ganhei o meu dia com o teu elogio.
    Bj.,
    Terráqueo

    ResponderExcluir
  9. Adorei, como dizia nossa querida Ana Maria nem todos tem o privilégio de envelhecer, por isso mesmo é maravilhoso quando alguém chega lá e ainda pode sorrir para um cliente querido, um grande abraço, te adoro.

    ResponderExcluir
  10. Darling,

    Também te adoro. Espero poder te ver com cabelos bem branquinhos.

    ResponderExcluir
  11. Que ternura. Aposto que o teu dia foi bem melhor depois desse reencontro.

    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Muito melhor. Ele me tocou profundamente.

    ResponderExcluir
  13. Ai que saudade do tempo em que dizer que alguém estava mais gordo era um elogio, não que eu tenha vivido nele, é claro! rs A ditadura da magreza dos dias de hoje é muitas vezes angustiante, torna as pessoas infelizes e insatisfeitas por não alcançarem o modelo imposto pela mídia e pela sociedade em geral.

    ResponderExcluir
  14. Semana que vem vou cortar o cabelo nesse barbeiro.

    ResponderExcluir
  15. Maia,
    Essa barbearia fica em uma rua de uma quadra só chamada "Avenida Cológeras". Fica muito perto do consulado norte-americano. Procure o Sr. Amaro.

    ResponderExcluir
  16. Amaro é nome bem português, e nesta área da estética eles são competentes. Nada como uma velha barbearia de bairro( do tempo em que se fazia barba ). Aqui em Porto Alegre tenho um barbeiro ao qual vou há 40 anos.

    ResponderExcluir

Encontrei seres