quarta-feira, 16 de junho de 2010

Depois de um comentário antipático, socorro-me da Canção do Amor e da Melodia Sentimental para agradar meus leitores e aplacar a dor

Remédios, choques elétricos, aparelhos de ultrassom, massagens, trações e alongamentos não conseguem aplacar a dor e a angústia. Somente algo muito lindo e poderoso pode fazer com que a dor seja momentaneamente esquecida.
Estranho, mas o mesmo Brasil que cultua o futebol ao ponto de parar quando tem jogo da copa, pouco espaço dá para um dos seus maiores músicos e para sua mais importante soprano. Há três anos foi tarefa de gincana encontrar a Floresta dos Amazonas, de Villa-Lobos, no Rio de Janeiro. Os CDs desse compositor brasileiro, quase desconhecido pelas novas gerações, são muito limitados. Existem pouquíssimos títulos a disposição. O engraçado que naquela mesma época entrei em uma loja de CDs em Toronto, e perguntei se eles conheciam Vila-Lobos. O vendedor quase se ofendeu. Disse que claro que sim. Que eles vendiam uma grande variedade de CDs do Villa, que era gênio conhecido por todos. Fiquei pasmo com a variedade de opções. Essa gravação com a Bidu Sayão regida pelo próprio Vila é maravilhosa. Meu CD já está gasto de tanto rodar.



Selecionei também uma gravação das Bachianas n˚5 com a soprano brasileira Rosana Lamosa. Já tive o prazer de assisti-la em algumas operas e ela é muito boa.

2 comentários:

  1. Oi meu amigo

    Obrigada por tão doce momento!
    O melhor passeio do meu dia hoje, com certeza!
    Um beijo

    ResponderExcluir
  2. Mari, a sua visita é sempre um doce momento para mim.

    ResponderExcluir

Encontrei seres