sexta-feira, 30 de julho de 2010

Os mascarados

Com muita discrição, no horário marcado, um a um foram chegando no prédio escuro e sem janelas, cercado por árvores centenárias. Tocavam a campainha, esperavam a autorização para entrar e, em uma pequena antissala, pegavam as chaves do armário e recebiam um colar de neon. No vestiário, despiam-se completamente, mantendo apenas os colares e suas máscaras protetoras. Nús, atravessavam um longo corredor sem nenhuma janela ou iluminação, que acabava em uma sala sombria em que se podia vislumbrar a figura de Atlas carregando o mundo nas costas, e a abertura para a escadaria que levava ao salão dos espelhos. Na escuridão do imenso salão, iluminado por pouquíssimas velas estrategicamente posicionadas, somente percebiam alguns vultos e o movimento dos colares. Nesse local, tinham contato com os seres mascarados, e entregavam-se a descoberta de suas identidades.

La Nuit Des Masques
Chico Buarque
Composição: Chico Buarque

Qui êtes-vous?
Quem é você?
Si tu m'aimes, tu dois deviner
Se você me ama, você deve advinhar
Aujourd'hui tous les deux on se cache
Hoje, nós dois nos escondemos
Derrière nos masques
Atrás de nossas máscaras
Pour se demander:
Para se perguntar
Qui êtes-vous? Dites vite!
Quem é você? Diga rápido!
Dis-moi à quel jeu tu m'invites
Diga a mim a que jogo tu me convidas
Je voudrais me fondre à ta suite
Eu gostaria de me fundir a tua comitiva
Je voudrais qu'on prenne la fuite
Eu gostaria que nós fugíssemos
Moi, je vagabonde, poéte et chanteur
Eu, vagabundo, poeta e cantor
J'ai perdu la ronde qui mène au bonheur
Eu perdi a ronda que conduz a felicidade
Moi, je cours les routes
Eu, eu percorro os caminhos
Je reste chez moi
Eu fico em casa
L'amour me déroute
O amor me derrrotou
Je n'y croyais pas...
Eu não acreditava mais
Moi, dans la fanfare
Eu, dentro da fanfarra
Je porte un drapeau
Eu porto um estandarte
Modèstie à part, je joue bien du pipeau
Modéstia a parte, eu jogo bem a armadilha
Je suis si fragile
Eu sou tão frágil
J'ai dix ans de trop
Eu tenho dez anos a mais
Je suis Colombine
Eu sou Colombina
Je suis Pierrot
Eu sou Pierrot
Mais c'est Carnaval et qu'importe aujourd'hui qui tu es
Mas é Carnaval e que importa hoje quem tu sejas
Demain tout redeviendra normal
Amanhã tudo voltará ao normal
Demain tout va finir
Amanhã tudo vai terminar
Laissons le temps courir
Deixemos o tempo correr
Laisse au jour sa lumière
Deixemos ao dia sua luz
Aujourd'hui je suis ce que tu attends de moi
Hoje, eu sou esse que você espera de mim
Si tu veux laissons faire, on verra
Se tu queres deixemos passar, nós veremos
Peut-être que demain on se retrouvera
Pode ser que amanha nós nos reencontremos
Peut-être que demain on se reconnaîtra...
Pode ser que amanhã nós nos reconheçamos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Encontrei seres