sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Conversando com mamãe (Beatriz Segall e Herson Capri)

O que você acha de um filho que somente fala com sua mãe por telefone, de repente aparecer para lhe visitar, e lhe dizer que ela precisará desocupar o apartamento em que mora pois ele está desempregado, e que sua esposa quer vender o imóvel? Assim começa essa deliciosa peça. Além de levar um sonoro não da sua mãe, ele fica sabendo que a encantadora senhora de 82 anos tem um namorado de 69. Eles conversam muito e ela lhe mostra como é importante não ter medo, e que “a única coisa que interessa é sermos sinceros com os nossos sentimentos”. Beatriz Segall, aos 84 anos, faz essa mãe com muito humor, sensibilidade e sinceridade. Parece que você realmente está presenciando essa conversa. Nem parece encenação. Ela é uma das maiores damas do teatro brasileiro, e emociona e diverte a todos. Herson Capri também está muito bem. É definitivamente um grande ator. Eles estão em cartaz no Centro Cultural Correios até o dia 19 de dezembro, e a partir de 14 de janeiro estarão no Teatro Leblon. Que bom, vou ver de novo.

No final da peça ele lhe diz que ela foi uma boa mãe. Lindo. Me emocionei muito, pois lembrei das conversas que eu tinha com a minha mãe e que tenho com freqüência com a minha amorosa tia-mãe. Eu sei que a minha mãe não foi a melhor mãe do mundo, mas foi sem dúvida uma boa mãe, e isso até hoje faz toda a diferença na minha vida.

Um comentário:

Encontrei seres