domingo, 27 de fevereiro de 2011

Contando as horas

Contando as horas para voltar, sentar na areia, olhar o mar e saber que estou em casa, entre amigos recentes e de longa data. Eu adoro NY, mas as saudades do Brasil são tamanhas que não tô nem com paciência de sair para jantar. Só quero que o tempo corra, para estar no Brasil novamente.

Eu assisti esse show ao vivo na TV, em Porto Alegre, no reveillon de 95 para 96, em um momento muito triste para mim. Naquele instante eu tive consciência do meu desejo enorme de mudar para o Rio. Até hoje eu sinto uma emoção tamanha toda vez que escuto os foguetes que marcam o início da virada do ano em Copacabana. Que bom que eu consegui.

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

In New York, and loving it VI

Spider-Man
O show é uma história em quadrinhos, mas o Spider-Man é um super herói especial. Qualquer um pode se tornar ele, basta colocar a máscara e sonhar um pouquinho. Não esperem um espetáculo de arte, mas as músicas são interessantes, os músicos espetaculares, e os efeitos especiais são inacreditáveis. Até hoje foi a montagem mais cara da Broadway (65 milhões de dólares). Valeu a ida.

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Inesquecível

Alguns momentos, embora fugazes, são eternos. Eu não guardei o teu segundo nome, teu telefone ou endereço, mas lembrarei para sempre do nós dois de madrugada pela avenidas de Paris, do teu corpo encaixado ao meu, do vento sobre as nossas faces, do teu perfume misturado ao cheiro de pele, do frio dos teus dedos, e da forma doce como bateste na porta do meu quarto hoje pela manhã para me dar um bom dia....

Paris je t'aime VI

A beleza da música da Handel e a voz sublime de Natalie Dessay foram as duas coisas que eu mais gostei em Paris, e olha que Paris é o máximo e eu conheci muita gente legal. Por favor, escutem essa música. É de uma perfeição absoluta.

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Paris je t'aime III

Acabei de ver Giulio Cesare, de Handel, na Opera Garnier. Fiquei em estado de euforia. Confuso até, embasbacado. Tentei ir para uma boite ou bar, mas achei tudo pavoroso em comparação. Voltei para o hotel e escuto o CD com a maravilhosa Natalie Dessay sem parar. Difícil querer dormir, com essa música na cabeça. Inesquecível.

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Encontrei seres