sábado, 19 de março de 2011

Paris Je T'aime VII

Revendo o filme Paris Je T’aime, adorei essa frase dita pelo personagem de Oscar Wilde, em frente ao seu túmulo, para um homem que acabara de brigar com a noiva no Cemitério do Père-Lachaise.

“Se a deixar partir morrerá. E a morte do coração é a morte mais horrível que existe.”

6 comentários:

  1. Que frase sábia e profunda! Fiquei aqui..um bom tempo pensando sobre ela. Obrigada por compartilhar.

    "Nós sempre teremos Paris"..

    Beijo, Renata

    ResponderExcluir
  2. Renata, essa frase ficou na minha cabeça o dia inteiro. Me esforço para acreditar que amamos mais de uma vez, mas confesso não acho que vou conseguir. Sim, sempre teremos Paris, por isso gosto tanto de andar por aquelas ruas. Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Terraqueo, talvez um amor igual ao que se "perdeu" a gente não encontre mais. Mas, não seria cruel demais achar que não vais conseguir amar?
    Pode-se encontrar um amor diferente e tão ou mais entusiasmante, avassalador ao que se foi. Será?!
    Quero acreditar nisso! Beijo,

    ResponderExcluir
  4. Renata, somos muito parecidos. Bjs.

    ResponderExcluir
  5. E porque não acreditar que o próximo amor será melhor, mais bonito e mais profundo do que aquele que se perdeu?

    ResponderExcluir
  6. Lúcia, você é uma otimista e uma romântica incorrigível. Obrigado pela mensagem. Beijos.

    ResponderExcluir

Encontrei seres