terça-feira, 19 de abril de 2011

Da janela ele espiava a vida

E os dias tinham tantas horas. E ele passava o tempo todo a sonhar, em devaneios tolos que para sua surpresa de vez em quando se realizam. Outros, ele tem consciência, ficaram guardados no quarto em que da janela ele espiava a vida.

5 comentários:

  1. As vezes acho que ele ainda existe e está em alguma realidade paralela. Bjs.

    ResponderExcluir
  2. E o que seria de nós sem as realidades paralelas? Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Regina, a arte está em saber transitar entre as diversas realidades. Bj.

    Obrigado Beti. Um grande beijo.

    ResponderExcluir

Encontrei seres