sexta-feira, 20 de maio de 2011

Fantasia romântica

A noite cai e, como um enxame de vagalumes, as luzes multiplicam-se sobre o reflexo da lagoa. De repente, começa a chover. Sob a proteção do quiosque, a pianista percebe o momento, e começa a tocar “Chovendo na Roseira”, para a alegria das rosas e dos apaixonados.

Um comentário:

  1. Gosto tanto dos dias chuvosos quanto dos ensolarados! Esta semana, aqui em Salvador, tem feito uns dias chuvosos ótimos para degustar uma taça de vinho em companhia de um bom livro... Os jornais tem destacado que na madrugada chegamos aos 18 graus, bem frio para os padrões bahianos. rsrsrs

    ResponderExcluir

Encontrei seres