segunda-feira, 16 de maio de 2011

Paris Je T'aime - O filme

O telefone toca, e ele atende. Antes que possa dizer alguma coisa, ela começa a falar:

“Escute. Há momentos em que a vida exige mudanças, transições, como as estações. Nossa primavera foi maravilhosa, mas o verão acabou agora. Perdemos o nosso outono... e agora, de repente, está frio. Tão frio que tudo está congelando. Nosso amor hibernou, e a neve nos tomou de surpresa. Se dormirmos na neve, não sentimos a morte chegando. Cuide-se.”


Publico também meu episódio favorito, " Pere-Lachaise", dirigido por Wes Craven, sobre o qual postei um comentário em 19 de março.

“Se a deixar partir morrerá. E a morte do coração é a morte mais horrível que existe.”

4 comentários:

  1. Ela não é dramáticamente linda???
    Me faz lembrar Audrey no Bonequinha de luxo. Fala com a mesma entonação, faz os mesmos gestos.
    Também adoro esse episódio.
    Aliás, gosto tanto mais do Paris Je T'aime que do NY. Justamente por essa leveza. Essa insanidade doce que ele transmite. NY é tão mais contundente.
    Você está realmente apaixonado não é?
    Grande beijo.
    Marie

    ResponderExcluir
  2. PS. Deveria ter dito: You are really falling in love, don't you???

    ResponderExcluir
  3. Marie, considero a Natalie Portman a mais completa atriz da nova geração. Acredito que ela será um mito.
    Quanto à minha paixão, não sei ao certo, se ela é antiga ou nova. Só sei que sinto, ainda não tenho certeza por quem.

    ResponderExcluir
  4. Adoro a NP. Acho-linda e sensível. Talvez sensível demais. Acho que está se perdendo no perfeccionismo de suas personas.
    Beijo.

    ResponderExcluir

Encontrei seres