quarta-feira, 1 de junho de 2011

Caminhos cruzados

De volta ao Rio, com essa música na mente, caminho em direção ao cruzamento, sem saber o que poderá acontecer. O que importa é a esperança de encontrar novamente um bem estar que há muito partiu.

4 comentários:

  1. «Recomeça
    Se puderes sem pressa e sem angústia.
    E todos os passos que deres
    Nesse caminho duro
    Do futuro
    Dá-os em liberdade.

    Enquanto não alcances não descanses.
    De nenhum fruto queiras só metade»

    Miguel Torga


    [beijo :)]

    ResponderExcluir
  2. Marta que lindo. Parece que foi escrito para mim. Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Terráqueo, em referência ao comentário da Marta, todos temos um pouco de Sísifo, esse Herói Absurdo. Claro que espero que não soframos da mesma maldição - da eterna repetição - mas creio que temos de manter dele a determinação de recomeçar e acreditar, todas as vezes que seja preciso.
    Bjs e coragem!

    (se tiver curiosidade, aqui fica o que escrevi em tempos sobre Sísifo: http://o-destilado.blogspot.com/2009/10/sisifo-o-heroi-absurdo.html)

    ResponderExcluir
  4. Em quanto pudermos acreditar teremos mais chances de viver. Ás vezes acho que estou perdendo a determinação. Bjs.

    ResponderExcluir

Encontrei seres