quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Partindo

Em processo de desintegração molecular, prestes a ser levado pelo vento para um lugar bem longe, mas sem pressa alguma.

7 comentários:

  1. Nem inventa. Pode largar a pressa e a demora e o que for que nada há de partir daqui!
    beijoss

    ResponderExcluir
  2. Desejo, sinceramente, que sopre uma brisa bem suave e acolhedora para que continues entre nós!

    beijos

    ResponderExcluir
  3. Obrigado Cirandeira, eu sinto um vento, mas ainda não sei a intensidade e nem o destino. Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Mas se já sentes a aproximação dele, pode aguardar, os ventos estão sempre mudando de direção, mas sempre chegam! Deita numa rede bem larga, bem gostosa e chama o vento no balanço dela! É tão bom! Queres uma daqui do Ceará? Eu te mando, sério! Põe "um osso na sopa e deixa ferver, em fogo brando, dá uma relaxada, tira umas férias, mesmo por poucos dias, carpe diem!

    um beijo

    ResponderExcluir
  5. Muito bom sentir essa brisa quente do Ceará. Obrigado. Bjs.

    ResponderExcluir
  6. Terráqueo, está te faltando passear um pouco pelos blogs. Coloca uns posts lá no Mínimo para agitar a bloguedice! beijosss

    ResponderExcluir

Encontrei seres