quarta-feira, 26 de outubro de 2011

O concurso e a Rosa

No palco do velho teatro ela girava. Com passos leves e lentos, enfrentava o severo público a lhe julgar inclemente. Sua cintura era esguia, e as pernas bem torneadas. Na ponta dos pés, entre uma volta e outra, esticava os braços e curvava o corpo. Parecia uma garça prestes a voar. Para a maioria, apenas mais uma bailarina a tentar a premiação. Para mim, um momento mágico, que mesmo embaçado pelo tempo, volta a me encantar cada vez que escuto a velha valsa “Rosa”. Quanto aos demais concorrentes, tinham mais técnica, devem ter sido melhores mesmo, mas não lembro mais nada. Só a Rosa ficou.

2 comentários:

  1. Darling essa música é linda,vi na globo news que foi composta por Pixinguinha, a grande Marisa Monte consegue com sua voz divina deixar ainda mais linda e qualquer bailarina só pode dançar com leveza o que as duas majestades juntas conseguiram com tanto talento nos maravilhar. beijos.

    ResponderExcluir
  2. Pixinguinha era um gênio. Pena ser tão pouco lembrado. Bjs.

    ResponderExcluir

Encontrei seres