terça-feira, 22 de novembro de 2011

Lembrando de Billy Elliot

Já comentei nesse blog que Billy Elliot foi o meu musical favorito. Assisti a montagem original em West End, em 2005, e nunca esqueci. Essa viagem a Nova Iorque trouxe-me muitas recordações e os cartazes da peça na Broadway remeteram-me rapidamente àquele tempo. Esse musical mostra não só a superação do menino que luta com recursos limitadíssimos para realizar seu sonho de bailarino, mas examina com uma sensibilidade incrível a figura da paternidade, mostrando que mesmo um pai ignorante e bronco pode por amor a um filho derrubar seus preconceitos. Os homens da plateia estavam super emocionados . As esposas estavam segurando os maridos que desabavam um depois do outro. Lindo o espetáculo.

Um dos meninos que interpreta o Billy Elliot na Broadway agora é brasileiro. Da próxima vez que eu conseguir passar por lá vou conferir a montagem americana.

4 comentários:

  1. A atualidade desse site continua me impressionando. Parabéns ao organizador!

    ResponderExcluir
  2. eu só assisti ao filme, várias vezes porque acho lindo. É bem essa quebra de preconceito, de paradigma até, considerando a comunidade onde eles viviam. O filme sempre me emociona.

    beijos, Marcelo!

    ResponderExcluir
  3. O filme é maravilhoso mesmo. Sempre me emociono. Bjs.

    ResponderExcluir

Encontrei seres