quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Um bom verão para todos

A chegada de mais um verão no hemisfério Sul, lembrou-me de alguns verões particularmente inesquecíveis para mim, e de um belíssimo filme chamado “Verão de 42”, que conta a história de um jovem que se apaixona pela primeira vez por uma mulher casada, que no decorrer da história perde o marido e se envolve com ele. Além da história, a música de Michel Legrand é maravilhosa e a atriz principal é belíssima. Não resisti e transcrevi o início do filme, que permanece incrivelmente atual, pois fala de sentimentos atemporais como o amor, paixão, insegurança, e das perdas que ocorrem durante a vida a fora, e que na juventude têm uma dimensão maior ainda:

“E aquela casa, era a casa dela.
E nada, depois que a vi pela primeira vez, e ninguém que conheci depois, conseguiu me deixar tão assustado e confuso. Por que ninguém que conheci me fez sentir tão certo, tão inseguro, tão importante, e tão insignificante.”



Espero que esse verão também seja algo que valha a pena recordar para todos nós.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Encontrei seres