terça-feira, 25 de setembro de 2012

Amarelo

Amarelo é a cor que me apavora, é a cor do sinal de atenção do caminho que conduz a um beco sem saída, é a cor da roseira roubada do jardim da casa materna, da fotografia da família que se foi, é a cor que não cai bem a ninguém, é a cor de quem quer sua vida de novo, é a cor da minha dor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Encontrei seres