domingo, 3 de março de 2013

Leve

Sinto-me leve, sem medo atiro-me em novas águas, flutuo até a superfície, plano, pego uma onda, encontro o ar fresco e a luz do sol queimando a minha cara. Descubro um outro mar, uma outra terra, esqueço o mar salgado pelas lágrimas de um tempo que se foi, sou quase um pássaro.

2 comentários:

  1. Faz algum tempo que não visito teu blog (pecado confesso é perdoado, certo?) Adorei a trilha dos últimos posts. Boa viagem e que pessoas lindas (principalmente por dentro , porque por fora a gente sempre dá um jeito) estejam com você na tua caminhada por NY. bjs

    ResponderExcluir
  2. Obrigado Zaclis pela visita. A viagem está sendo linda, acabei na companhia de Monet, Cezanne, Picasso e Modigliani, o que nesse momento me enche a alma. Bjs.

    ResponderExcluir

Encontrei seres